O Comandante por excelência

Então, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se uma grande bonança. 

Mateus 8:26


O mar, ah... o mar !
Lindo, fascinante, grande e assombroso !
Particularmente, eu conheci o mar por volta dos 4 anos, mas já não lembrava mais de sua imensidão. Em 2010 voltei a vê-lo, agora, junto à esposa e filhos.


A primeira impressão que temos é: que imensidão, que lindo. E quando entramos na água, pensamos: que medo....
Medo devido à sua grande força. Não há como parar a força da onda e de suas águas.
Onde os discípulos estavam, não era propriamente um mar, mas um enorme lago. Tão grande que o vento produzia ondas nele.
Os seguidores do Senhor estavam acostumados com o mar, com suas ondas, com seus perigos, pois eram, na maior parte, pescadores.
Mas, numa noite particularmente desafiadora, eles temeram. Gritavam e se agitaram, pois o barco estava quase naufragando, devido à um forte temporal. Ondas, ventos, raios e trovões não é um ambiente muito agradável.
  
Tentaram em vão tirar as águas intrusas. Remar não adiantava, e não remar muito menos.
Após todas as tentativas sem sucesso, concordaram em chamar o Mestre, que dormia tranquilo. Chegaram diante Dele e disseram "salva-nos Senhor, estamos perecendo."
O fim disso todos sabemos: Jesus desperta, levanta, olha para o mar, sente o vento e ordena "acalme-se vento; mar, aquieta-te"
Espantados e maravilhados, Pedro, João e companhia falam entre si: "mas quem é esse, que até o mar e o vento obedecem?"


imagem da internet

Da mesma maneira ocorrem conosco hoje em dia.
Estamos tão acostumados com o mar (que é nosso cotidiano), que tiramos, sem nos aperceber, as águas que invadem nosso barco, nossa vida, nosso coração.
As lutas que enfrentamos são diárias. Como diria um conhecido, matamos um leão por dia.
Ao final do dia, estamos cansados, exaustos de tanto remar contra a correnteza, insatisfeitos com a velocidade com o qual nosso barco navega.
Pensamos que precisamos de mais coisas, mais bens, maiores casas, mais dinheiro. E se não conseguimos, nos tornamos infelizes, amargos, sem perspectivas, sem esperança.
Esquecemos que, o que realmente precisamos está dentro de nós, em nosso barco. 
Não precisamos de um barco super potente. Precisamos de um comandante que repreenda o vento e o mar.     Precisamos de uma bússola em meio a tempestade.
Precisamos de um Senhor... precisamos de um Pai.
E Ele está perto.... não do lado de fora do barco, mas dentro dele.
Jesus está te observando, aguardando ansiosamente o momento em que você irá pedir "Senhor, me salve"
Ele não irá deixar você naufragar. O comandante por excelência sabe como dirigir seu barco.
E Ele está pronto a repreender qualquer tipo de tormenta que chegar em sua vida.
Confie nEle.

Deus te abençoe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante.
Deixe um comentário, críticas ou sugestões.
Deus te abençoe!

Entenda a Bíblia