O Cego

homem
Ser um cego em Israel não era nada fácil.
Além da dificuldade física de não poder enxergar, ver as cores da natureza, ainda havia um problema: enfrentar o preconceito e o desprezo.
A bíblia nos conta a história de um homem por nome Bartimeu. Um cego. Um mendigo.
Não era fácil depender dos outros para sobreviver, mas, a cada dia, Bartimeu ia à beira da estrada. Sua tarefa? Pedir. Sua esperança? Um pedaço de pão ou alguns trocados.


O grande dia da vida daquele homem era quando conseguia comer, levar alguns pães pra casa e ainda conseguir uns trocados.
A grande expectativa daquele homem acompanhava sua trágica história de vida: sem futuro, sem visão, sem horizontes.
Naquele dia, tudo parecia ocorrem costumeiramente.
Bartimeu, guiado por alguém com coração bondoso era guiado até a beira do caminho novamente.
Como qualquer dia, começou a pedir.
Pão, dinheiro, atenção, amor.
Talvez o alimento ele conseguisse, porém... atenção ??!!
Quem iria prestar atenção a um pobre coitado que há anos fazia a mesma coisa?
Amor?! A única manifestação de amor experimentada por aquele homem era uma lambida de alguns cães da rua... uhmm, nada agradável. Imagino que Bartimeu tenha colocado nomes nos cachorros, e chamavam nos de amigos.
Foi num dia desses... estando assentado, ele ouviu um barulho diferente. Não era barulho de briga. Não era uma discussão de um casal. Era um barulho realmente diferente.
E um movimento. Pessoas corriam levantando poeira no caminho de terra de Jericó.
Seria uma liquidação de última hora? Dificilmente.
Seria distribuição de cestas básicas dadas ao povo pelo Império Romano? Acho que não.
Talvez o circo estivesse chegando na cidade... mas se assim fosse o alvoroço seria ocasionado por crianças.
Bartimeu pensava e não chegava a uma conclusão. Perguntava e ninguém sequer o via.
Por fim, após tanta tentativa frustada, alguém dá um segundo de atenção: “é Jesus de Nazaré que está passando”.
Antes de pronunciar mais uma palavra, já se encontrava sozinho novamente.
Jesus de Nazaré. Ele já tinha ouvido falar nele. Foram tantas histórias acerca desse homem.
Certa vez curou dez leprosos de uma só vez. Curou uma mulher que sofria doze anos de uma hemorragia. E, sim... ele curou cegos. Curou… cegos.
Impelido pela fé que também poderia ser curado, Bartimeu se levanta. Seguindo as vozes da multidão ele caminha.
Mas... que chance tem um cego conseguir chegar a alguém especifico no meio de uma multidão de homens se acotovelando, empurrando tentando chegar mais perto?
Nenhuma, pensou Bartimeu. Mas, ao menos se ele me ouvir... terei uma chance.
Sem esperar mais, começa a gritar “Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim”
Ele grita, grita e não para de gritar.
“Oh não, acho que não estou conseguindo chamar a atenção dele.” Talvez tenha sido esse seu pensamento.
E quando ainda pensava dessa maneira, alguém começa a dizer “pare de gritar cego, está incomodando”.
Incomodando? É isso mesmo que eu quero, está dando certo.
Reunindo todas as forças daquele corpo frágil, começa a gritar mais alto num ato de desespero “Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim”
Pela primeira vez, sentia uma fé inabalável, uma esperança contagiosa. Nunca havia sentido isso em sua vida.
Sentiu um calafrio, um frio na espinha quando alguém pegou em suas mãos e lhe disse “Bartimeu, tenha bom ânimo... Ele te chama... o mestre mandou que te leve até Sua presença”
Lágrimas começam a rolar num olho sem vida. A presença de Deus faz isso conosco.
Bartimeu pára. A multidão silencia, permitindo ouvir o barulho das roupas sacudidas pelo vento.
E Deus fala: “o que você quer que eu te faça meu filho?”
É sua chance.
Pode ser que nunca mais tenha outra.
Dinheiro, casa, bens, alto padrão de vida.... nada disso passou na cabeça do cego.
“Senhor... eu quero ver”
nas-maos-do-senhor
Uma multidão curiosa se apertava para ver mais um milagre. Poderia um encontro de apenas alguns minutos com Jesus, mudar todo o rumo de uma pessoa?
Imagino Bartimeu fechando seus olhos, apertando-os, esperando uma resposta do mestre.
“pois então veja”
os pais colocavam seus filhos nos ombros. Quem não via por cima dava um jeito de olhar por entre as pernas do povo.
Bartimeu então tem seu último encontro com a escuridão: seus olhos fechados ainda estão escuros.
Mas ele vai abrindo e um grande clarão invade seu olhar.
Alguns segundos e sua retina acostuma-se com a nova realidade.
Ele vê um rosto. Lindo, alegre, sorridente, amável.
O ex-cego contempla o rosto de Deus, e numa alegria sem igual grita “estou vendo, estou vendo”.
Ainda hoje a história se repete. A cada dia uma multidão de cegos chega ate a presença de Jesus e passam a enxergar.
Acostumados a ver o pecado e a imundícia, passam a ver um rosto lindo que faz ver o céu.
Um encontro com Jesus muda toda sua vida.
Alguns minutos com Deus arrebenta todo o castelo de mágoas, rancores, iras e faz nascer um novo dia.
Sim, Ele pode e ainda quer fazer, quem sabe, com você.... hoje!!!

3 comentários:

  1. Shalom!

    Amado Pr Luis, uma alegria conhecer seu blog. O Eterno resplandeça o rosto Dele sobre ti e toda a sua família.

    Medite no Sl 110.7

    Nele, Pr Marcello

    Visite: http://davarelohim.blogspot.com/

    e veja o interessante texto:

    Quem é a "senhora eleita" de II Jo?

    P.s>>> Caso o irmão se identifique com o blog, torne um seguidor. Será uma honra!

    Grato!

    ResponderExcluir
  2. A paz do Senhor!
    Prezado Irmão em cristo, vi que você postou um comentario no blog do pastor Altair Germano, pedindo uma dica sobre sites de EBD. Não sei se ele te respondeu, mas tenho uma dica pra você que quer melhorar o ensino em sua congregação, www.ebdonline.com.br Esse site é muito bom.

    Atenciosamente:
    Conferencista Edrisse Pinho.
    www.edrissepinho.blogspot.com
    AD.Campo do Aeroporto, Belem PA. (COMIEADEPA) (CGADB)

    ResponderExcluir
  3. Paz do Senhor!
    Muito obrigado pelo retorno que vc postou no meu blog. Agradeço o elogio, sou novo na área de blogs, querendo trocar informações e sugerindo algo é só entrar em contato pelo meu email. Tenho um acervo de livros em e-books muito grande, videos slides, estudos, etc...Qualquer coisa é só edcrever.

    Atenciosamene
    Conf. Edrisse Pinho

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante.
Deixe um comentário, críticas ou sugestões.
Deus te abençoe!

Entenda a Bíblia